Quais são as indicações da EMT?

A aprovação da estimulação magnética transcraniana repetitiva, no Brasil, regulamenta o procedimento para algumas indicações: (1) Depressão unipolar, (2) depressão bipolar e (3) alucinações auditivas em Esquizofrenia.

A Estimulação magnética tem sido estudada em muitas outras aplicações. Existe evidência científica suficiente para transtorno obsessivo-compulsivo, esquizofrenia - sintomas negativos, transtorno do pânico e transtorno do estresse pós-traumático.

Estudos corroboram a eficácia da Estimulação Magnética Transcraniana de repetição em:  Dependência de cocaína, dor crônica e zumbido. A Estimulação Magnética é também estudada em outras indicações como: perda de memória em casos de "prejuízo cognitivo leve" (na maioria dos casos este prejuízo evolui para demência, notadamente Alzheimer), autismo e até em déficits neurológicos pós acidentes cerebrais como "derrame". Também, há estudos no Brasil e no mundo, em epilepsia, dislexia e déficit de atenção e hiperatividade entre outros. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!