TESTE GENÉTICO

Neurofarmagen
                Neurofarmagen trata-se de um teste genético realizado através da saliva. O teste analisa 128 genes relacionados com o comportamento de 44 medicamentos utilizados na psiquiatria e alguns também na neurologia. A metabolização não é o único, mas é o principal objetivo.
                Há aproximadamente 10 anos, se falava muito em farmacogenômica, ou seja, o dia em que seria possível escolher o medicamento correto na dose certa para um determinado paciente. Isto seria possível através de um teste genético. Este dia chegou.
                O Projeto Genoma Humano que iniciou oficialmente em 1990 e anunciou em 2003 o resultado de 99% do mapeamento com 99,99% de precisão que foi corrigido posteriormente para 99,95%. Cerca de 25 a 30 mil genes formados por 3,2 bilhões de pares de base.
                Dr. Francis Collins é diretor da mais importante instituição de saúde dos Estados Unidos, o National Institutes of Health. Dirigiu o projeto genoma humano. Dr. Collins escreveu um livro (A Linguagem de Deus) onde revela e embasa a sua fé em Deus. Mas não é este livro que me interessa no momento.
                Em 2010, foi publicado o seu livro com o título "A Linguagem da Vida", em que discute a repercussão do DNA da revolução na saúde. Eu fiquei pensando em quão recente a farmacogenômica é uma realidade. Dr. Collins Falando em tratamento de depressão auxiliado pela genética, ainda não é aplicável. Considerando que o livro foi publicado em 2010, é pouco tempo para existir um teste muito efetivo.
                O Laboratório AB-Biotics oferece um teste que possibilita a escolha dos medicamentos com muito mais probabilidade de acerto. Qual a importância deste teste? Sabemos que 20% a 30% dos pacientes não respondem de forma satisfatória aos medicamentos, tanto por falta de eficácia como por efeitos colaterais graves e intoleráveis.
                O teste da AB-Biotics permite uma classificação dos 44 medicamentos em 4 categorias. Isto permite ao médico a escolha melhor, com maior chance de bom resultado. Conheci o Laboratório na histórica e agradável cidade de Girona na Espanha, próximo de Barcelona. Tirei todas as dúvidas que tinha em relação ao teste, em todas as fases do processo. Foi muito produtiva a conversa com a geneticista chefe, do laboratório.

                Em minha experiência, o teste é um grande avanço no arsenal farmacológico da psiquiatria. Possibilita ao médico a individualização do tratamento farmacológico. Isto é muito importante, especialmente naqueles casos em que nenhuma das abordagens farmacológicas foi efetiva. Desde que o diagnóstico esteja correto, o teste aumentará drasticamente a probabilidade e acerto na escolha do melhor medicamento. O Neurofarmagen é de longe o mais completo, até o momento. Na sequência traremos mais detalhes.